terça-feira, maio 09, 2006

Interiores



Como se pode constatar, é possível manter regularidade no controlo de exposição e dessa forma equilíbrio entre diferentes recolhas.

10 comentários:

Luís disse...

A cor é fabulosa. Nem parece pinhole.

acesso-raro disse...

Leal, muito boa a sua iniciativa criando esse blog. Suas imagens com cor estão bem apuradas tecnicamente. Me pareceu que o filme que você usa é para luz do dia, estou certo? Se for, acho que você deveria desenvolver uma temática em ambientes externos, valorizando mais as cores através da luz do sol. Trabalhar com cor é sempre mais complicado,pois além da composição, temos que nos ater às aberrações cromáticas. Contudo é sempre um desafio prazeroso fazer pinhole coloridas. Você está indo bem, não pare.A idéia é muito boa!

pinholeiro disse...

Comentando acesso-raro. Muito mais importante que a temperatura de cor é a correcta opção pelo diafragma utilizado ( resultado da relação estenopo/Distância Focal) e o comprimento de onda dominante.
Alguns praticantes descuram esta questão e acabam obtendo resultados não esperados.
Contudo expresso aqui a minha discordância com a busca em Fotografia Estenopeica de resultados em tudo idênticos aos obtidos na fotografia com a utilização de sistemas ópticos. O prazer da fotografia estenopeica está na utilização das sua características principais. Profundidade de Campo Total e face a um Diafragma muito reduzido, longos tempos de exposição que assim permitem um tratamento do movimento muito interessante e que valoriza estéticamente o resultado final. Para os mais interessados reforço a minha posição de que obter resultados finais em tudo similares aos obtidos com uma qualquer câmara fotográfica não é por certo interessante. Para obter Definição então uma qualquer câmara digital de resolução média, BASTA. Para Fotografar sem titar partido de enquadramentos que reforcem a Profundidade de Campo, qualquer sistema óptico, SERVE. Boas pinholadas.

Anónimo disse...

Leal, a sua página e os seus blogs cheiram a mofo. Estamos em 2006, mas você continua nos anos 50. A sua estética é completamente off.
Ter a mania que sabe de técnica não adianta nada, a fotografia (tanto a convencional como a estenopeica) é a "escrita" com a luz, a representação visual, a criação da imagem unica que possa ser elevada ao nivel da arte; a técnica é só um instrumento, mas o que conta realmente é a visão. O que se vê da sua parte é só bla bla bla pseudo técnico, mas o resto falta-lhe tudo. Veja se cresce.

Anónimo disse...

Caro pinholeiro, li o post anterior, e não deixo de concordar com ele. Um blog é um local de trocas de opiniões e de dialogo, tem que ser activo. Ora criar um blog só para colocar meia duzia de imagens, e depois abandoná-lo, não!
Para quem se interessa por fotografia "pin hole" é interessante haver um local de troca de opiniões, mas quando alguém que se intitula "o pinholeiro mor" faz um blog só para o seu ego, e o volta para o abandono, isso é uma completa vergonha.
Acredite que deixei completamente de acreditar em si e nas suas iniciativas.
A fotografia "pin hole" portuguesa merece melhor.
Esta é a humilde opinião de um praticante de fotografia "pin hole" do algarve.

Alfredo disse...

Tenho lido os posts deste blog. Sou um praticante de "experiencias" de fotografia estenopeica há cerca de uma dezena de anos. A fotografia estenopeica é como eu disse uma experiencia, não é controlável, logo nunca pode ser considerada arte. A arte é o concretizar "ao milimetro" de uma ideia, de uma visão. A fotografia estenopeica é sempre uma incerteza, não se sabe o que vai sair. Tentar discutir técnica neste tipo de fotografia é um absurdo, é o oposto do conceito moderno desta fotografia. Se queremos controlar alguma coisa, e criar, então peguemos numa máquina a sério!
Se queremos ficar num intermédio, então dediquemo-nos á Lomografia. Agora "armarmo-nos" em tecnicistas ou em artistas quando praticamos fotografia estenopeica, não obrigado!
A fotografia estenopeica moderna está muito longe do conceito do orientador deste blog e dos seus seguidores, bem como dos seus idolos (basta ver os links).
Daí não deixar de dar razão aos posts anteriores quando alguem diz, e citando "cheiram a mofo". As pessoas têm que evoluir e acompanhar os "tempos", lembrem-se: os dinossauros extinguiram-se! Blogs como este e sites como o "buraco de agulha" e o "Zonzy" (Já agora, interrogo-me o que é um zonzy?), são o reflexo de um passado jurássico. Cristalizaram num conceito anos 60 ou 70 e não evoluiram. Procurem conhecer o que se faz actualmente! Não só na fotografia estenopeica como na fotografia tradicional. E já agora, caro mentor deste blog, e no que respeita ao seu site (o tal "zonzy"), não deixa de ser interesante ver como se consegue ter em 2006 um site com o aspecto dos sites dos primórdios da internet; eu diria mesmo que é um caso digno de estudo de arqueologia on line.
Para acabar, e não me alongando mais, duas chamadas de atenção: o termo pinhole não existe, em inglês diz-se como alguém num post anterior referiu "pin hole", que quer dizer caso não saibam "buraco de alfinete" e não de agulha como vocês dizem. Agulha em inglês é "needle". Quanto ao blog, lembre-se que um blog é um local de diálogo e de trocas de ideias, logo não se pode deixar congelar, tem que haver respostas aos posts, bem como tem que ser actualizado regularmente, caso contrário é tudo menos um blog, tornando-se numa "masturbação pretensamente intelectual" de alguém.
Alfredo Resende (Porto)

Iluminado Divino disse...

Afinal parece que o que foi dito pelos interlocutores anteriores a mim é verdade! Já passaram vários dias e o mentor do projecto não deu resposta ás criticas que lhe foram feitas, nem pelo menos fez censura do que foi publicado. O mentor está mesmo a dormir!
Eu visito este blog regularmente, bem como milhares de outros blogs e websites todos os dias, e este já não é actualizado desde pelo menos Maio.
Ok, já chega!

pinholeiro disse...

A minha pequena contribuição para a divulgação da fotografia "pinhole" vai ao encontro de interessados não de Mestres, deses espero a indicação de caminhos, críticas, observações correctas que não desafios para um qualquer duelo. ANÓNIMOS- num país em que medíocre é a normalidade pergunto-me por onde andaram com a qualidade que demonstram possuir. Por favor enviem algumas das vossas obras. Terei imensa vontade de reconhecer Vosso mérito e percorrer caminhos de novas experiências. Poderia apagar os vossos comentários mas como não sou invejoso eles aqui ficam

Troll disse...

num país em que medíocre é a normalidade (pinholeiro said).

Diga-me, você então julga-se um anormal, uma aberração, uma monstruosidade, um bicho que não existe... um DINOSSAURO?

Sim! Eu disse um DINOSSAURO!

OK! Já não existem, extinguiram-se caso não saiba, há muitos milhares de anos.

João Dionisio disse...

Acabem com isto. Esta conversa é uma vergonha e não dignifica ninguém. Tanto dum lado como de outro estão a comportar-se como crianças.
Atitudes destas não levam a lado nenhum. Sejam adultos.
Se querem fazer batalhas campais vão para outro lado, e isto é também para o pinholeiro: não responda a criticas. Responder é ser igual a eles, é mostrar que se sentiu magoado ou ferido, é dar o braço a torcer, é querer mostrar que é superior sem o ser. Não responda, ignore-os, assim é que é ser superior. Se acredita no que faz, não tem que desafiar ninguém, nem tem que se tentar impôr. Passe por cima, seja superior. Esqueça-os para o bem de todos. Continue com o seu trabalho de divulgação. Conhece o ditado: "os cães ladram, mas a caravana passa". Deixe-os dizer o que quiserem, são livres, e a internet é aberta a todas as opiniões, mas não entre em guerras, nem as fomente.
É a minha humilde opinião; espero que seja ouvida.